devaneios online

posts recentes

Novo Código da Estrada ap...

Kit Assalto ?

Kiva, um ano

coisas...

Actividades sexuais!

CUIDADOS SEXUAIS PARA APO...

MusiCÃO ...

Bugs Bunny, pelo 'pai'

Arrumar a mala é fácil

Vinnie Jones ensina a sal...

mini boss

Ge Ni Al

...

A importância dos detalhe...

Angry football birds?

Publicidade criativa

Hmm.. medo de motoqueiros...

Garfield?

gatos (desta vez com água...

Silicone com fartura

Publicidade

subscrever feeds

arquivos

Julho 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Sábado, 31 de Janeiro de 2009

Procurando inspiração

Tenho andado a escrever umas coisas. Nada de especial, mas tenho um certo gosto em escrever. Inventar uma situação ou uma pequena história, e depois vê-la crescer, ganhar corpo e forma, é algo muito interessante.

Apesar de eu escrever no portátil, e muitas vezes durante a viagem de, e para o trabalho, sempre tive uma certa admiração por quem escreve em papel. A perfeição exigida a quem escreve sem o recurso a um corrector ortográfico ou à possibilidade de apagar as últimas palavras ou mesmo linhas, e substituí-las por outras melhores, mais adequadas, é algo que me impressiona.

Hoje em dia, já muito pouca gente usa caneta e papel para escrever. O processador de texto revolucionou a arte da escrita. E com ela saíram de cena todo um conjunto de objectos associados à escrita.

Hoje ao pensar nisso, apeteceu-me reviver um pouco o passado.

Fiz um pequeno ensaio fotográfico - mais uma vez o avanço tecnológico a facilitar a vida - e seleccionei esta imagem, que no fundo resume o título do post.

 

e, sim, os reflexos foram intencionais.

 

AR

2

publicado por AReis às 17:23
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Ana Lopes a 30 de Março de 2009 às 01:04
Por muito que goste de conforto de escrever no computador, nunca vai superar a sensação de escrever no papel. De sentir a caneta ou o lápis a raspar a folha, de ver surgir os traços mais ou menos legíveis. É como abrir uma torneira de tinta, que começa no cérebro, percorre o corpo, passa pelas mãos, dedos e caneta e termina presa naquele objecto antes imaculado. É quase eléctrico. E garanto que não tem nada a ver com a sensação de martelar teclas ;)

Comentar post

Publicidade

disclaimer
AReis
My Tech blog
Aquecedores a óleo
Arrendar Casa
Classificados grátis

pesquisar

 

tags

todas as tags

LibraryThing

Publicidade