devaneios online

posts recentes

Novo Código da Estrada ap...

Kit Assalto ?

Kiva, um ano

coisas...

Actividades sexuais!

CUIDADOS SEXUAIS PARA APO...

MusiCÃO ...

Bugs Bunny, pelo 'pai'

Arrumar a mala é fácil

Vinnie Jones ensina a sal...

mini boss

Ge Ni Al

...

A importância dos detalhe...

Angry football birds?

Publicidade criativa

Hmm.. medo de motoqueiros...

Garfield?

gatos (desta vez com água...

Silicone com fartura

Publicidade

subscrever feeds

arquivos

Julho 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2009

A propósito dos chips nas matrículas

In DE hoje: "...O conselho de ministros aprovou hoje o diploma que decreta a obrigatoriedade de todos os veículos motorizados instalarem um dispositivo electrónico na matrícula para efeitos de cobrança electrónica de portagens."

 

Já o ano passado se tinha escrito tanto sobre isto... Até já me tinha esquecido, mas eis que voltam à carga...

Serei só eu o único a que o nome big brother, vem à ideia?

Porque carga de água é que eu que, tanto quanto sei, nunca fiz mal a ninguém tenho de ter um chip na matrícula do meu carro?

 

Para cobrança electrónica de portagens? Então que diabo é a Via-Verde? Já é cobrança electrónica, minha gente. E não é obrigatória!

E quem não paga portagem pela simples razão de não usar auto-estradas? Ou os turistas que vierem cá de visita? Como fazem? Vão obrigá-los a colocar um chip na fronteira? Ah pois... já não há fronteira terrestre...

 

O estado quer saber onde vou e quanto tempo demoro? E, que diabo tem o estado a ver com isso? Se eu quiser ir ao prostíbulo mais próximo, posso bem ir a pé :)

E mesmo que fosse de carro a Bragança, ou lá onde foi a tal barraca com as brasileiras? Podia muito bem usar as estradas nacionais. Bem, se estivesse com muita pressa, podia ir por auto-estrada, mas lá está... Eu escolhi aderir à via-verde, e como tal podia pagar as portagens de forma electrónica. E, se me sentisse afectado pela mania da perseguição, podia sempre pagar em dinheiro vivo...

 

Sinceramente não consigo ver nenhuma vantagem na colocação de um chip na matrícula. Especialmente quando nos mentem dizendo que é para possibilitar a cobrança electrónica.

 

Ah... é verdade. O governo diz que a colocação dos chips vai ser de borla durante os primeiros seis meses. Pfff.. grande coisa. É cá uma borla...

 

Caso não saibam, este "chip" é o vulgar RFID (pronto, admito que seja uma evolução) de que tanto (mal) se tem falado pela internet fora. Se procurarem, vêm como é fácil cloná-lo, ou destruí-lo. Portanto, seguro é coisa que ele não é.

Leitores, também não são assim tão difíceis de arranjar... Por isso, estou plenamente convicto que não serão apenas as autoridades, e as concessionárias de auto-estradas a possuir leitores de RFID...

 

Hmmm, vejo aqui um enorme potencial para abuso. Infelizmente parece que os nossos governantes, e quem os assessoria, não o conseguem ver. Ou, pior ainda, vêem e não ligam...

 

Já se disse tanta coisa sobre este tema, que o meu post não traz nada de novo, eu sei. Mas irritam-me solenemente este tipo de arrogancia. E o atirar areia para os olhos das pessoas duma forma tão descarada.

 

AR

 

sinto-me: solentemente
publicado por AReis às 22:20
link do post | comentar | favorito
|

Publicidade

disclaimer
AReis
My Tech blog
Aquecedores a óleo
Arrendar Casa
Classificados grátis

pesquisar

 

tags

todas as tags

LibraryThing

Publicidade