devaneios online

posts recentes

Novo Código da Estrada ap...

Kit Assalto ?

Kiva, um ano

coisas...

Actividades sexuais!

CUIDADOS SEXUAIS PARA APO...

MusiCÃO ...

Bugs Bunny, pelo 'pai'

Arrumar a mala é fácil

Vinnie Jones ensina a sal...

mini boss

Ge Ni Al

...

A importância dos detalhe...

Angry football birds?

Publicidade criativa

Hmm.. medo de motoqueiros...

Garfield?

gatos (desta vez com água...

Silicone com fartura

Publicidade

subscrever feeds

arquivos

Julho 2013

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Maio 2012

Março 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Domingo, 10 de Abril de 2011

Fernando Nobre, afinal como é?

Confesso que a figura me é simpática.

O Dr. Fernando Nobre tem obra feita, na sociedade civil, e surpreendeu muita gente quando se candidatou como independente à Presidência da República. Gostei de ouvir alguns dos seus discursos, mas no entanto não me convenceu. Fiquei com sérias dúvidas sobre qual seria o seu verdadeiro comportamento enquanto PR, sem nunca ter estado envolvido na vida política. Isso poderia ser uma vantagem, mas no meu caso, não me convenceu e não votei nele como cheguei a pensar fazer.

No entanto, boa parte da sua campanha, se não toda, foi feita a demarcar-se dos partidos políticos, e dos deputados, e agora passados uns meses aparece como cabeça de lista de Lisboa pelo PSD, e até, pasme-se, como candidato a presidente da Assembleia da República?

Afinal como é? Onde estão as profundas convicções que disse ter, e a total isenção e independência que apregoou?

Claro que lhe reconheço o direito de se filiar num partido, e de concorrer seja ao que for, mas custa-me a crer que se mude de opinião (e convicções) assim tão rapidamente.

Quanto à questão de ser candidato a presidente da Assembleia da República, nem sabia que tal 'condição' existia, mas sou totalmente contra. O Dr. Fernando Nobre, nunca foi deputado, e penso que seria um grande falta de respeito a todos os deputados, de todos os partidos, colocá-lo como presidente da AR.

 

Fez-me lembrar esta cena que se passou há pouco mais de um ano, em que o Secretário de Estado da Educação revelou desconhecer o modo como se devia dirigir ao plenário da AR:

publicado por AReis às 17:57
link do post | comentar | favorito
|

Publicidade

disclaimer
AReis
My Tech blog
Aquecedores a óleo
Arrendar Casa
Classificados grátis

pesquisar

 

tags

todas as tags

LibraryThing

Publicidade